Sakineh é libertada, divulga comitê antiapedrejamento e Snipes se entrega nos Estados Unidos.



 A mulher iraniana condenada a morte por dois tribunais em 2006 por envolvimento na morte do marido e que  teve sua pena reduzida em 2007 a 10 anos de prisão por apelação, e que por outra corte não se livrou da morte por apedrejamento foi liberta junto com seu filho e seu advogado segundo o Comitê Internacional de Apedrejamento apesar de aguardada a confirmação para hoje a noite.
 Sakineh Mohammadi-Ashtiane esse é o nome dela,de 43 anos foi,  se confirmada a sua liberdade por salva por um forte grito de associações de direitos humanos  que culminaram em uma grande mobilização do mundo ocidental e de vários outros países e personalidades que pediram que não fosse aplicada a sentença. Entre as personalidades está o Presidente Lula que fez um apelo ao Irã levar em consideração a amizade e libertar a iraniana e Lula ainda ofereceu asilo a ela. - Se vale a minha amizade com o presidente do Irã e se ela estiver causando incômodo lá, nós a receberemos no Brasil de bom grado. disse o Presidente Lula segundo oportal R7 da rede Record.
 Mas o apelo de Lula não foi ouvido e ainda foi dito que ele estaria oferecendo asilo sem conhecer profundamente o caso.

 E nos Estados Unidos, Wesley Snipes está preso.
 Desta vez não teve com Snipes fugir se entregrou nesta quinta-feira à polícia da Pensilvânia onde deve ficar preso durante três anos. Snipes foi acusado de sonegar impostos nos anos de 1999 a 2001 por uma corte da Flórida. 
 Agora imagem só se essa moda pega no Brasil.Hum! Prefiro não comentar!

Comentários

Postagens mais visitadas