Novas oportunidades 2011


Pet shops, alimentação e saúde estão entre as áreas mais promissoras para 2011

O empresário Fernando Royo, da Q Sabor, que investe em alimentos saudáveis, já se prepara para a previsão de aumento do consumo em 2011/Foto:Marco Antônio Teixeira - O Globo

RIO - No embalo do crescimento econômico, segmentos de negócios que estiveram em alta no ano passado devem ganhar ainda mais força em 2011. A previsão, dizem especialistas, é otimista especialmente para o setor de serviços, que conta com demanda garantida do público e ampla variedade de opções de atividades para os empreendedores, como mostra reportagem de Paula Dias publicada neste domingo no Boa Chance.
Segundo Francisco Barone, coordenador do Centro de Estudos de Empreendedorismo e Esportes da FGV, segmentos como alimentação, turismo (com foco em hotelaria de pequeno porte) e saúde e beleza merecem atenção especial dos pequenos e médios investidores:
— O setor de serviços tem duas vantagens em relação à indústria e à agropecuária: é preciso menos dinheiro para investir e o retorno financeiro é mais rápido.
Adepta de produtos sem aditivos químicos e gordura hidrogenada, a Q Sabor, em São Cristóvão, prevê crescer em 2011, assim como fez em 2010. Nos últimos cinco anos, a empresa — que produz e vende alimentos saudáveis — acumulou expansão de 100%.
— A meta para 2010 era crescer 25%, mas o balanço fechou com um aumento de consumo de mais de 35% — comemora o sócio-diretor Fernando Royo. — Há uma tendência mundial para o consumo de alimentos saudáveis e equilibrados.
Pensando em crescer na área de saúde e beleza, a Companhia Athletica inaugurou, em novembro, o See Ya, centro de treinamento para a faixa de 9 a 15 anos. Segundo o diretor Daniel Adler, o espaço — um andar inteiro da academia, na Barra — já conta com 240 alunos matriculados e a perspectiva é crescer 30% nos próximos dois meses:
— Investimos por uma demanda dos clientes. A ideia é que os jovens treinem e se divirtam ao mesmo tempo.
Interessados em explorar o mercado lucrativo de pet shops de um jeito criativo, o casal Jörgen Dehlbon e Roberta Câmara acabam de inaugurar a Pet Delícia, que produz e comercializa comidas balanceadas para cães. Aberto há apenas 15 dias em Copacabana, o showroom vende quatro opções de refeição, que variam de R$ 16,50 a R$ 25.
— A receptividade é tão boa que já oferecemos acompanhamento nutricional para cães obesos e lançaremos uma linha terapêutica para os diabéticos e com problemas renais — diz Roberta.
Leia reportagem na íntegra no Globo Digital (versão exclusiva para assinantes).

                                                                 Fonte Extra Online

Comentários

Postagens mais visitadas